21 de junho de 2011

O que nos diz o nosso coração

Será humanamente possível controlar um sentimento que se manifesta de forma tão poderosa e arrebatadora?
Tudo é engraçado quando se vive aquela fase em que sentimos uma vontade imensa de estar próximo de alguém, de olhar nos seus olhos, de sentir o seu cheiro, de saber mais sobre os seus gostos e preferências.
Alturas há em que damos por nós, embrenhados nos nossos pensamentos, a reviver momentos tão simples, mas cheios de significado. E sorrimos. Sozinhos.
Rimo-nos de tudo e de nada e, por momentos, ficamos com a certeza de sentir borboletas esvoaçar no nosso estômago. Um nervoso miudinho.
Instala-se a incerteza. Trata-se de uma paixão passageira ou de um amor para o resto da vida?
Os dias vão passando e outros sinais esbatem as dúvidas que entretanto se foram instalando.
Quase sem dar por isso, adormecemos e pensar naquela pessoa. O dia amanhece e ela permanece ali, no nosso pensamento.
Apercebemo-nos de que um dia de ausência mais parece um século. 
E aquela dor... aquela dor imensa que se apodera do nosso coração e nos faz quase parar de respirar. 
É Amor. Só pode ser um grande Amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Imagens/Pictures

Todas as fotografias aqui publicadas, salvo alguma referência em particular, são retiradas da internet. Agradeço que me informem, via e-mail, caso alguma esteja protegida pelos direitos de copyright. Retirá-la-ei de imediato.

Almost all pictures posted here are taken from the internet. If you have copyright over any of them, send me an e-mail and I will take it out.

RegistoCriativo Copyright 2008 Shoppaholic Designed by Ipiet Templates Image by Tadpole's Notez