18 de abril de 2010

Eu só quero... Rita Guerra

Abre-me a porta,
Apaga-me a luz...
Preciso falar-te agora, de nós, a sós.
Abre-me os olhos,
Arde-me a pressa,
Preciso aguardar-te agora,
Tão fora de nós.
Abre-me a cama,
Arde-me um beijo,
Quero voar a nós, soltar a voz que há dentro de nós.
Eu só quero o teu braço, que me abraça.
Eu só quero o teu beijo, que me afoga.
Eu só quero o teu corpo que me enlaça.
Eu só quero o teu fogo que me apaga.
Eu só quero o teu livro que me assina.
Eu só quero o teu jeito que me enjeita.
Eu só quero o teu ar que me fascina.
Eu só quero o teu gozo que me enfeita.
Abre-me o sono,
Arde-me o sonho,
Preciso morar em ti... demora em mim.
Abre-me um dia,
Arde-me a fome,
Quero voltar aqui... soltar assim, cá dentro de mim.
Eu só quero o teu braço, que me abraça.
Eu só quero o teu beijo, que me afoga.
Eu só quero o teu corpo que me enlaça.
Eu só quero o teu fogo que me apaga.
Eu só quero o teu livro que me assina.
Eu só quero o teu jeito que me enjeita.
Eu só quero o teu ar que me fascina.
Eu só quero o teu gozo que me enfeita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Imagens/Pictures

Todas as fotografias aqui publicadas, salvo alguma referência em particular, são retiradas da internet. Agradeço que me informem, via e-mail, caso alguma esteja protegida pelos direitos de copyright. Retirá-la-ei de imediato.

Almost all pictures posted here are taken from the internet. If you have copyright over any of them, send me an e-mail and I will take it out.

RegistoCriativo Copyright 2008 Shoppaholic Designed by Ipiet Templates Image by Tadpole's Notez