2 de fevereiro de 2011

O cão de Sócrates

A obra de António Ribeiro dedicada à sátira política retrata a vida do animal de estimação do primeiro-ministro e promete desvendar alguns dos seus segredos.
À semelhança do presidente dos Estados Unidos, José Sócrates adoptou um animal de estimação e foi ao canil buscar um cachorro.
Como bom canino que é o animal tinha o hábito de roer tudo aquilo a que conseguia deitar o dente.
Adorava documentos oficiais e deitou o dente a um «DVD intitulado 'Espanhol para falar com Chefes de Estado'», a «um telemóvel que fazia ruídos estranhos quando se atendia (este por acaso até foi o meu dono que me deu para roer)»,e a «três ou quatro orçamentos de Estado», que «são sempre os mais difíceis de roer».
Viveu uma vida de luxo em São Bento até ao dia em que roeu um «miserável papel», «uma coisa aparentemente rasca, sem valor mas afinal era valiosíssima», o certificado de habilitações do seu dono.
Agora o cachorro que saiu do canil para viver uma vida de glória procura novo dono e faz neste livro «um relato detalhado, inédito e original sobre os bastidores da mais alta política portuguesa»,«do Tratado de Lisboa à Cimeira da NATO, das frias relações institucionais com o presidente da República aos calorosos apertos de mão das grandes figuras da política internacional, da crise do Orçamento de Estado para 2011 aos prós e contras da entrada do FMI em Portugal».
SOL| 2.2.2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Imagens/Pictures

Todas as fotografias aqui publicadas, salvo alguma referência em particular, são retiradas da internet. Agradeço que me informem, via e-mail, caso alguma esteja protegida pelos direitos de copyright. Retirá-la-ei de imediato.

Almost all pictures posted here are taken from the internet. If you have copyright over any of them, send me an e-mail and I will take it out.

RegistoCriativo Copyright 2008 Shoppaholic Designed by Ipiet Templates Image by Tadpole's Notez