5 de março de 2010

Bullying

O "bullying" é o comportamento de quem exerce força física ou pressão psicológica sobre alguém mais fraco, sobretudo em contexto escolar.
Este fenómeno, cada vez mais disseminado, é frequentemente posto em prática pelos nossos jovens. Muitos são os casos relatados pelos vários meios de comunicação. A semana que agora termina ficou marcada com o suicídio de uma criança de 12 anos, em Mirandela. O menino atirou-se ao rio Tua após ter sido agredido por colegas de escola.
Os dados tornados públicos revelam que já não era a primeira vez que tal acontecia. Esta criança chegou a ser hospitalizada na sequência de uma agressão. Supostamente, um grupo de rapazes mais velhos (14/15 anos) tem o hábito de agredir e ameçar os colegas mais novos.
A mãe do menino sabia destas situações e terá dado conhecimento deste caso aos dirigentes da escola onde o Leando estudava.
Será que foi necessário ocorrer uma tragédia para que sejam tomas as medidas necessárias para impedir que actos desta violência aconteçam nas nossas escolas?
A que ponto de desespero terá chegado esta criança para ter decidido pôr termo à vida? Sentiu-se só, cansada, humilhada e impotente perante a falta de valores e de carácter dos seus colegas.
Será que andamos a criar e a "educar" (?!?) pequenos monstros? Que Deus me perdoe mas esta situação faz-me crer que o problema da educação (ou da falta dela...) dos nossos jovens começa em casa. Os pais demitem-se do seu papel de educadores. Os professores seguem-lhes as pegadas e, a estes, até os compreendo. Hoje em dia não se pode ralhar a um menino que vai logo o paizinho à escola chamar o professor à atenção. Na altura em que fui adolescente, eram os meus pais que iam à escola que frequentei dizer aos professores para me castigarem, no caso de eu me portar mal. Esta atitude fazia-me crer que, se fosse castigada, de nada serviria fazer queixa lá em casa porque corria o risco de levar uma segunda correcção.
Pergunto: onde estão os colegas que agrediram o Leandro durante todo este tempo? Estão presos? Não creio. Devem estar a ser encaminhados para o gabinete de algum psicólogo quando, na verdade, o que eles precisavam era de uma valente carga de pancada e de uns bons meses de cadeia para terem tempo de meditar na maldade que fizeram. No desgosto que causaram a esta criança e à sua família.
E os dirigentes da escola o que terão feito para impedir que esta tragédia acontecesse? Uma vergonha! Lamentável! Sinto-me profundamente revoltada com o que li. Tento colocar-me no lugar dos pais deste garoto. Não sei do que seria capaz se alguém fizesse tamanha maldade ao meu filho... perderia a compostura e o discernimento. Não tenho a menor dúvida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Imagens/Pictures

Todas as fotografias aqui publicadas, salvo alguma referência em particular, são retiradas da internet. Agradeço que me informem, via e-mail, caso alguma esteja protegida pelos direitos de copyright. Retirá-la-ei de imediato.

Almost all pictures posted here are taken from the internet. If you have copyright over any of them, send me an e-mail and I will take it out.

RegistoCriativo Copyright 2008 Shoppaholic Designed by Ipiet Templates Image by Tadpole's Notez