9 de dezembro de 2010

"Era um lar, uma casa de amor."

Não consegui ficar indiferente a uma notícia que li na imprensa de hoje. 
Alguns funcionários do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), deram de caras com quatro corpos de idosos, já falecidos, num lar ilegal na Charneca da Caparica.
A proprietária do lar diz-se de "consciência tranquila" e até certo ponto, lá terá as suas razões. Se os idosos estavam instalados naquele lugar foi porque alguém da família os acomodou ali. E se o fizeram sem primeiramente averiguar se o lar dispunha de condições (mínimas que fossem) para receber os seus familiares, provavelmente, também eles estarão de consciência tranquila...
Já agora, qual é o papel do Estado nesta história? A Segurança Social afirma que tinha conhecimento da existência do lar. Acrescenta que a proprietária já tinha sido notificada para proceder ao seu encerramento, mas entretanto nada fez. Certamente irá fazer agora, depois de terem perdido a vida quatro pessoas.
Francamente! Quem é que, no seu juízo perfeito, deposita os pais num lugar onde dormem oito mulheres num quarto e cinco homens noutro? Como é que alguém pode ser feliz e ter qualidade de vida num lugar com condições tão degradantes?
Fui criada e educada pelos meus pais. Vi-os, vezes sem conta, privarem-se disto ou daquilo para que nada faltasse às minhas irmãs e a mim.
Foram estas atitudes, que vi nestes dois seres fantásticos, que fortaleceram os laços que sempre nos uniram. Foi com estes exemplos que eduquei o meu filho. 
Não gostaria de ver a minha mãe morrer abandonada num antro destes. Assim como morreria de desgosto se um dia o meu filho me deixasse ao abandono, num cemitério como este.  Quem é que gostaria de passar o resto dos dias numa masmorra destas? Oh God!
Será que os familiares destes idosos pararam um pouco para pensar? Pois, é que um dia também eles vão envelhecer...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 

Imagens/Pictures

Todas as fotografias aqui publicadas, salvo alguma referência em particular, são retiradas da internet. Agradeço que me informem, via e-mail, caso alguma esteja protegida pelos direitos de copyright. Retirá-la-ei de imediato.

Almost all pictures posted here are taken from the internet. If you have copyright over any of them, send me an e-mail and I will take it out.

RegistoCriativo Copyright 2008 Shoppaholic Designed by Ipiet Templates Image by Tadpole's Notez